7 de dezembro de 2016

PELERINE HEXAGONAL

Oieee....

Então, estou tentando atualizar meu blog com novidades e coisas que interessem a todas vocês! São peças que considero "curinga" no guarda roupa e que faz toda diferença quando pensamos em vestir algo que seja confortável e estupendo.
Trago hoje este colete feito em square no formato hexagonal e que tem um certo charme... espero que gostem!
A receita está em espanhol, muito fácil de fazer, pois conhecemos os pontos!

  

BATA PONTO LEQUE

Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça... essa frase é bem


1ª carr. Faça correntinha até o comprimento desejado (múltiplos de 3 + 1) 

2ª carr.:  4 corr., pular 3, 2 p. alto,  2 corr., 2p. alto na mesma corr. (p. leque), 1 corr., pular 5, 2 p. alto, 2 corr., 2 p. alto na mesma corr. (p. leque) * ...
Repetir ** até o final da carr., pular 3, 1p. alto, 3 corr., virar * ...
repetir* *
3ª carr.: 5 corr., 1 p. b. no espaço, 2 corr., *2p.alto, 2 corr., 2 p. alto (no espaço da corr.
do p. leque abaixo), 2 corr., 1 p. b. no espaço da corr. do p. leque abaixo, 2 corr. *... Repetir ** até o final da carr., 2 corr., 1 p. b. no espaço da corr. do p. leque abaixo, 2 corr. 1 p. alto
 4ª carr.: Repetir as carr. 2ª e 3ª até o comprimento desejado.

FORMA E ABERTURA DO PESCOÇO:
Trabalhe 5 a 7 p. leque em cada lado (3 carr. mais). Fechar para terminar.
Repita todos os procedimentos acima para obter 2 peças idênticas. 
As mangas podem ser trabalhadas separadamente também. Neste caso, faça dois retângulos que, quando dobrados ao meio, cabem na abertura do braço.
Ponto bxmo. para unir os lados e também p.bxmo. para se juntar à abertura do braço (certifique-se de deixar espaço suficiente para que o pulôver caia nos ombros).
Junte-se aos ombros (você tem um colete enorme)
Trabalhe o mesmo padrão com a abertura do braço com corrente de partida para moldar as mangas. Meu conselho é começar pela axila (onde as metades são unidas).
Trabalhe com o comprimento desejado da manga. Repita para a outra manga.


FAIXA DE ACABAMENTO PESCOÇO:

Usando p.b., trabalhar uma carr. toda em torno da abertura. Sobre o número de pontos que você usar depende de quão solto o pullover estará sobre os ombros. Faça de 4 a 5 carr. adicionais de p.b.

PARTE INFERIOR E MANGA:
Usando uma base de corr. como base de partida (o lado oposto): 
1ª carr.: 3 corr., p. alto, 2 corr., pular 2, p.alto, 2 corr., pular 2 ... até o final da carr. 

2. Trabalhe 4 carr. de p.b.


5 de dezembro de 2016

SAPATINHO EM GOMOS PARA BEBÊ

Olá, como estão nessa primeira semana de dezembro? Espero que bem e com muitas expectativas para um inicio de ano próspero!!!

E como todo nascimento, um bebê é sempre uma renovação de vida e com isso a gente sempre quer o melhor para nossos queridinhos...
Trago esta lindeza para deixar seus pézinhos mais fofuxos.

Você vai precisar:
1 novelo de lã verde e 1 amarelo, ou a cor que deseja e agulha proporcional ao fio, aqui foi usado agulha nº 3.

1ª carr: Monte 28 p. na agulha com a lã verde. Tricote 52 carreiras em ponto cordão de tricô ( tamanho do sapatinho varia de acordo com o número de carreiras). Remate 8 ponto.
2ª carr.: Número de pontos restantes é 20. Continuar a tricotar com a lã amarela p. meia direito e trico no avesso. Repita o procedimento 2 vezes.
3ª  carr.: Com a lã verde tricote 4 carr. em trico no direito, p. meia no avesso
4ª carr.: Repita 7 vezes o passo 2 e 3
5ª carr.: Remate 20 p.
6ª carr.:  As bordas são tricotadas como mostrado na figura abaixo:

7ª carr.: sola:
Pegue uma agulha de tapeçaria e costure a bola de forma que forme o peito do pé como se fosse uma flor para o centro, em seguida, costurar a sola para o final.
8ª carr.: Dobre a aba e aplique uma florzinha no centro do peito do pé.

TOUCA BEANIE LOSANGO E TRANÇA

Hoje trago essa lindeza que traduzi para vocês!
Espero que gostem

Tamanho: M
Circunferência craniana: 57-61 cm

Material: lã de sua preferência, agulha de tricô circular nº 3,5 e 4 mm.
Densidade do Ponto: 20 p = 10cm

COMO FAZER:
Com ag. 3,5 monte 132 p. Os pontos são fechados em círculo tricotando de acordo com o esquema nº 1 da seguinte maneira:

1ª carr.: (3 tr, 2 m, 2 tr, 4 m, 2 tr, 2 m, 3 tr, 4 m ) x 6 vezes
2 ª carr.: os pontos são tricotados como se apresentam
3 ª carr.: (3 tr, 2 m, 2 tr, [ com ag. aux. coloque 2 p. atrás do trabalho, 2m, tricote 2 p. da ag. aux.], 2 tr, 2m, 3 tr, [ com ag. aux. coloque 2 p. atrás do trabalho, 2m, tricote 2 p. da ag. aux.]) x 6 vezes
4ª carr.: é tricotada como a 2ª carr.

Repetir as carreiras de 1ª-4ª por 2 vezes ainda, então tricotar 1ª e 2ª carr., uma vez = 14 carr. ao total.

Com ag. nº 4 começar o esquema nº 2.
Consiste em 22 p. ao qual você vai tricotar por 6 vezes seguidas.
Carreiras 1ª-20ª do ponto padrão é tricotado 2 vezes. No esquema são apresentadas apenas as carreiras impares, nessas carreiras os pontos são tricotados como se apresentam. As carreiras do esquema devem ser lidas e executadas da direita para a esquerda.
O topo do chapéu vai ser tricotado de acordo como o esquema 3.

Depois de tricotar a 19ª carr. no esquema nº 3 sobre a ag. irá permanecer 18 pontos. O segmento do trabalho você arremata e passa os pontos restantes com fio fechando  apertado e fixo no interior do chapéu.

Na parte superior do chapéu pode ser fixado um pompom. O tamanho do chapéu pode ser ajustado o ponto padrão com agulhas de tricô grossa ou mais fina, ou usando um fio mais fino ou mais grosso.

Etiqueta: Trico adolescente, Beanie, inverno, padrões de trico, primavera, outono





2 de dezembro de 2016

SAIA COM PONTO FOLHA

Vamos fazer uma saia rodada?!
Faça uma base para essa saia.
 Suponha por exemplo, uma cintura de 70 cm e quadris com 100cm, e entre a linha da cintura e do quadril diferença de cerca de 16-18 cm.
Para chegar a densidade da amostra para cintura de 70cm, vamos obter
  29x70:10  = 203 corr.
e para o quadris  com 100 cm, vamos precisar  de 290 corr. ou seja,  29 x100: 10 = 290.
A saia será  dividida em 6 setores.
Arredondar os números de modo a que eles sejam múltiplos de 6.
203: 6 = 33,8 = 34 corr. em um setor;
290: 6 = 48,3 = 48 corr. em um setor, 288 corr..
A diferença - 14 cm assim, mais de 18 cm de cintura para a linha de cada setor, precisamos adicionar 14 corr. na 7ª carr. a esquerda e direita em cada setor.
Quando a densidade do trabalho 15 carr. = 10 cm acredito que precisamos fazer 15x18: 10 = 27 série.
Ou seja, para a 27 série de trabalhos precisaremos adicionar, uniformemente 7 corr.. Nós adicionamos a  cada  4 ª carr. do trabalho.

Após o quadril, comece a dar sentido a saia criando as nesgas com esse gráfico e seguindo essa estrutura aqui:

1ª, 2ª, 3ª carr.: Faça 204 corr.;
4 ª carr.: (2 corr. + 32 corr. + 2 corr.) - 6 vezes = 216 corr.
8ª carr.: (2 corr. + 34 corr. + 2 corr.) - 6 vezes = 228 corr.;
12 p. (2 corr. + 36 corr. + 2 corr.) - 6 vezes = 240 corr.;
16 p. (2 corr. + 38 corr. + 2 corr.) - 6 vezes  = 252 corr.
20 p. ((2 corr.+ 40 corr. + 2 corr) - 6 vezes = 264 corr.;
24 p. ((2 corr.+ 42 corr. + 2 corr) - 6 vezes = 274 corr.,
28 p. ((2 corr.+ 44 corr. + 2 corr) - 6 vezes = 288 corr..



Para a parte inferior da saia segue estas opções guardanapos:


fonte: http://www.liveinternet.ru/users/4124915/rubric/5144929/

VAMOS FAZER RENDA?!

O mundo do tricô é diversificado, amplamente rico e apaixonante!
Essas são características que fazem com que nossa imaginação parta para a criatividade sem pestaneja. 
É muito importante saber que esse leque de diversidade nos permite brincar de forma livre e colorida.
Fios e agulhas se misturam em meio a tantos pontos, como esses aqui:



CUIDADO COM SUAS AGULHAS DE CROCHÊ

A gente que ama a arte de crochetar não quer ver as preciosas agulhas jogadas de qualquer jeito, né!
Então pensando nisso, e cuidando das minhas também, posto hoje essa bolsinha para que você também posso fazer o mesmo.


Material:
1 novelo de Duna Marfim (8176);
Agulha para crochê Duna nº 3.0 mm.

Execução:
Iniciar com 1 cordão de 56 correntes.
Trabalhar em cada corrente 1 ponto baixo, ficando com 55 pontos baixos.
Faça carreiras de ida e volta, todas em pontos baixos.
Um total de 40 carreiras.

Bico de acabamento da parte de cima
1ª carr:
Suba com 3 correntes, formando 1 ponto alto.
Pule 2 pontos de base e faça o leque ( 2 pontos altos, 2 correntes, 2 pontos altos).
Pule 2 pontos de base e faça 1 ponto alto, pule 2 pontos de base e repita o leque.
Siga assim até o final, terminando com 1 ponto alto.

2ª carr:
Trabalhe ponto alto sobre ponto alto e leque sobre leque.

3ª carr:
Ponto alto sobre ponto alto e leque sobre leque, nos espaços dos leques faça 1 picô.

Bico de acabamento da parte de baixo onde vão as agulhas.
Faça mais 2 carreiras de pontos baixos para ficar com um acabamento legal.

Repita as carreiras de leques e pontos altos, num total de 5 carreiras.
Lembrando que na última carreira faça 1 picô entre os espaços de leques.

Modele a peça e una as partes como mostra as fotos com pontos de caranguejo, se não souber fazer o ponto de caranguejo faça pontos baixos.
Na parte de baixo onde vão as agulhas, faça nos pontos altos uma costura com agulha de mão, separando uma da outra.

A parte de cima dobre pelo menos até 3 carreiras dos pontos baixos da base e faça um acabamento com pontos de caranguejo ou pontos baixos.

No meio do trabalho faça um cordão com 82 correntes.
Na terceira corrente feche com ponto baixíssimo formando um círculo e dentro dele trabalhe uma flor com 4 pétalas da seguinte forma: 2 correntes, 3 pontos altos fechados juntos, 2 correntes, feche com ponto baixíssimo no círculo e faça as demais pétalas da mesma forma.
Terminando a flor volte o cordão fazendo em cada corrente de base 1 ponto baixo.


28 de novembro de 2016

4 MANEIRA DE FAZER AUMENTO

Quando falamos de aumento no tricô pensamos sempre no nosso aumento favorito!
E a maioria das pessoas sempre tendem a escolher o que é mais prático e por conseguinte, mas rápido... você deve se sentir livre para usar o que mais se adapta a sua maneira.
Mas, hoje vou te mostrar como costumo fazer aumentos em meus trabalhos e que me tem sido muito útil.


1 - O aumento mais simples é o aumento  o chamado "FIO-OVER" que  consiste simplesmente em você trabalhar movendo o fio sob a agulha direita e depois trabalhando o ponto para a parte de trás do trabalho. (laçada)

Você ver um aumento e obviamente um buraco no tricô que é utilizado precisamente nos trabalhos rendados do tricô.





2 - O aumento  MAKE ONE que quer dizer "fazer um" e é considerado um aumento muito fácil.
Você vai torcer o fio como se fosse a letra "e"  repondo esse ponto na agulha e tricotando em seguida.




Temos um termo no inglês conhecido como M1 ou m1, que pode ser feita de duas maneiras diferentes:


A primeira maneira de fazer uma M1 é pegar o fio horizontal entre dois pontos e torcê-lo.
Tricote normalmente ou de modo que se incline para a esquerda através da inserção da agulha da mão esquerda da frente para trás.

À direita : pela frente, levantar o fio entre 2 pontos com a ag. esquerda e tricotar esse ponto torcido (enfiar a agulha na alça de trás do ponto).

À esquerda : Por trás, levantar o fio entre 2 malhas com a agulha da esquerda e tricotar essa malha na alça da frente.




ou de modo que se inclina para a esquerda através da inserção da agulha da mão esquerda da frente para trás.



e tricotar-lo através da alça de trás



O resultado do aumento a gente ver uma oblíqua direita e uma esquerda inclinada em ambos os lados de um ponto central que aparece assim:





A segunda maneira de fazer a M1 é o método Elizabeth Zimmermann (Ela nasceu na Inglaterra em 9 de agosto de 1910 como Elizabeth Lloyd-Jone. Ela aprendeu a tricotar em método inglês (com o fio na mão direita) com sua mãe e tias, mas posteriormente adotou o método continental (fio na mão esquerda), aprendido com sua governanta suíça, alegando ser mais eficiente e rápido).

Esse método produz o mesmo ponto, apenas na carreira atual em vez da carreira abaixo.


Inclinada para a direita, fazendo um laço na agulha direita como este.









Inclinada a esquerda, fazendo um laço na agulha direita como este





O resultado final parece um pouco como a primeira versão:

3 - AUMENTO DA BARRA


No entanto, outra maneira de aumentar é o ponto através da parte traseira aumento (KFB) dianteira e, também conhecido como um "aumento da barra".
então, sem necessidade de remover o ponto da agulha da mão esquerda, tricote-o através da laçada de trás







Outra forma de aumentar a KFB, que nada mais é do que fazer um ponto meia e um ponto meia torcido em um mesmo ponto, ou seja, tricotando o mesmo ponto duas vezes (Kfb),  também conhecido como "aumento da barra"




4 - AUMENTANDO LEVANTANDO PONTO
Um dos aumentos mais invisíveis é o aumento elevado ou levantado.

Para um aumento com inclinação à direita, levante o p. abaixo do ponto na ag. esquerda e tricotar-lo.

Para um aumento com inclinação à esquerda, levante o p. abaixo do ponto que você acabou de tricotar na ag. direita.

22 de novembro de 2016

7 MANEIRAS DE FAZER POMPOM



Você vai precisar:


Tesoura, lãs nas cores desejadas, rolinhos de papel higiênico ou papelão para fazer o molde, garfo, kit faz pompom e se voce decidir fazer um tapete como o que deixo na postagem, vai precisar também de uma talagarça, de preferência, antiderrapante.


Primeira opção é o Pompom de Rolo de Papel Higiênico

Como fazer:
Pegue rolinho de papel e comece a enrolar a lã em volta dele. Para finalizar passe um pedaço do fio bem no meio dos dois rolos e então prenda com um nozinho. Retire os rolos. Agora é só começar a dar formato no pompom: Segure na base do pompom, corte as laterais e apare o excesso para que fique fofinho e lindo.




Uma segunda opção é o Pompom com Garfo:



Mas, se você preferir, faça um molde  usando papelão (é mais resistente). Se não quiser desenhar a mão livre o molde, use algum objeto redondo, tipo copo e uma tampa de algum vidro, sendo um grande e outro pequeno.  
Vão ser 2 círculos vazados.

Recorte e sobreponha um contra o outro fazendo um corte vertical em ambos. Isso é para facilitar na hora de você retirar o molde. Veja abaixo o passo a passo:

olha como fica a lã disposta no círculo após você enrolar o fio! 

Terminado o processo de enrolar a lã, você amarra com nó bem forte e só então poderá cortar e fazer as aparas para que ele fique lindinho!!!

E, por último, pode fazer também com papel cartão ou pedaço de papelão


Temos também a opção de fazer o pompom diretamente do novelo de lã...












Já ouvi falar da dança das cadeiras?!
Então, antes de sentar pra brincar com a criançada, você poder fazer o seu pompom, alias, um monte deles, de forma muito mais rápida e prática!



E se não quiser perder tempo desenhando, cortando e recortando, você pode optar pelas maquininhas de fazer pompom







Fechando com chave de ouro, deixo este delicado tapete feito em pompom!